Banco – Caixa exclusivo

Edivaldo Araújo – Bauru/SP

Ontem fui ao banco para pagar uma conta com minha filha de quatro meses no colo. Fiquei aguardando no Guichê Exclusivo, contudo, quando cheguei ao caixa, este me informou que só mãe com criança de colo poderia ser atendia e não pais. Pergunto: Se sou viúvo, separado, etc., com uma criança de colo para cuidar, teria que ficar na FILA NORMAL, pelo simples motivo de ser homem e não mulher?



Prezado Edivaldo



Nas obrigações dos bancos e outras instituições financeiras para com clientes, temos pela Resolução 2.878 do Banco Central:


Art. 9º As instituições referidas no art. 1º devem estabelecer em suas dependências alternativas técnicas, físicas ou especiais que garantam:


I - atendimento prioritário para pessoas portadoras de deficiência física ou com mobilidade reduzida, temporária ou definitiva, idosos, com idade igual ou superior a sessenta e cinco anos, gestantes, lactantes e pessoas acompanhadas por criança de colo, mediante:


a) garantia de lugar privilegiado em filas;


b) distribuição de senhas com numeração adequada ao atendimento preferencial;


c) guichê de caixa para atendimento exclusivo; ou


d) implantação de outro serviço de atendimento personalizado;


Pala norma NBR 14.022 da ABNT, temos que, equiparados aos deficientes físicos, uma pessoa com criança de colo, enquadra-se na categoria de pessoa com mobilidade reduzida.


Veja que tanto a norma da ABNT, quanto a resolução do Banco Central, não fazem restrições quanto ao sexo da pessoa que carrega criança de colo.


Portanto, não deixe de fazer uma reclamação ao Banco Central - O telefone é 0800-992345. Por outro lado, se sentiu constrangimento, ingresse na justiça.



Dúvida: contato@linhadiretadoconsumidor.com