Lei da saidinha de Banco

Carlos Lemos -Rio de Janeiro/RJ


Existe a lei da saidinha de banco?

Prezado Carlos


Não. O que existe é golpe do paco, saidinha, entradinha em bancos. Há quadrilhas especializadas em atacarem aposentados e mulheres sozinhas. Os bancos não fizeram nada para reduzir essa ameaça aos clientes. Em nossos tribunais, temos várias ações de indenização nesse sentido. De tão comum, o cidadão resolveu dar o nome de “Lei da saidinha de Banco”.

Providências que um cidadão deve tomar quando é assaltado na saída do banco: Chamar a polícia e registrar a ocorrência. Com o documento deve procurar a gerência e negociar uma solução amigável.

Comunicar o banco por meio de uma carta com protocolo que pode servir para um eventual processo.

Caso seja ignorado pelo banco, deve procurar um advogado para ajuizar uma ação contra a instituição bancária.

Se a instituição financeira é privada e o prejuízo é inferior a 40 salários mínimos (R$ 16.600), a ação deve ser ajuizada nos Juizados Especiais Cíveis. Se o valor for superior, o caminho deve ser uma Vara Cível.

Se o banco é público, a ação deve ser levada ao Juizado Federal Especial (até 60 salários mínimos ou R$ 24.900).


Dúvida: contato@linhadiretadoconsumidor.com