Gasolina - Teste

Heitor Leon - Parati/RJ

O consumidor ao abastecer seu veículo tem o direito de conferir o teor alcoólico na gasolina?

Prezado Heitor

Como o barato pode sair caro, a primeira recomendação é: não se deixe enganar por preços muito baixos. Os postos de gasolina, em sua maioria, trabalham com margens pequenas de lucro. Grande diferença de preços numa mesma região pode ser um sinal de que algo está errado com o combustível.

Além de o veículo perder desempenho e, conseqüentemente, consumir mais combustível, o consumidor pode ser obrigado a gastar ainda mais com uma oficina, uma vez que o combustível adulterado representa um risco para o bom funcionamento do carro.


Portanto, faça valer o seu direito!

Todos os estabelecimentos são obrigados a manter um aferidor de combustível. Para isso, todos os postos devem possuir equipamentos para realização de teste de teor alcoólico na gasolina, a pedido do consumidor (bureta graduada e o recipiente graduado para testar a vazão da bomba – conhecido como "teste da proveta” ). À vista do consumidor, são retirados 20 litros da bomba e depositados no galão. As duas medidas têm de coincidir, aceitando-se apenas a margem de 0,5% de erro.

Se o posto se negar a fazê-lo, o consumidor deve denunciar o ocorrido à Agência Nacional do Petróleo (ANP) 0800-900-267, pedindo o número do protocolo.

Em Tempo: Nunca esqueça de pedir a nota fiscal.


Dúvida: contato@linhadiretadoconsumidor.com